Translate - Escolha o idioma em que deseja ler este blog.

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Seja bem-vindo, você está em CRISDAKINIS.COM

Twitter: http://twitter.com/crisdakinis
Facebook: Cris Dakinis

e-mail: crisdakinis@gmail.com

Muito obrigada a você, leitor amigo que segue a minha página! 

:)

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

Baunilha


Foto: Tainara Silva


Leite morno,
amido de milho,
cheiro doce de baunilha,
canela e cravo-da-índia
em açucarado caldeirão
sobre a boca do fogão.
A colher de pau
passeia, rodopia,
brinca de amarelinha,
 volteia no  mingau...
E a memória da criança
prepara o creme de aromas
sem receita,
de lembrança.

(Poema Classificado no Festival de Poesia do SESC Cornélio Procópio / PR, 2018)
*Cris Dakinis

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

II PRÊMIO DE POESIA SPA - 2018 - PRORROGADO ATÉ 6 (SEIS) DE OUTUBRO

Ilustração: Thiago Ruivaco Aguiar

II PRÊMIO DE POESIA SPA - 2018
Regulamento do Concurso:

Categoria: Poesia - versos livres, haicais, trovas, sonetos ou outras formas, desde que a extensão seja de até 15 versos (linhas). Cada participante poderá concorrer somente com um poema de sua autoria, sem exigência de ineditismo.  Os poemas devem ser apresentados em língua portuguesa.

Tema: Amizade

Modalidades:
Adulto - a partir de 18 anos
Infantojuvenil - de 10 a 18 anos

Categorias:
Regional – para os participantes da Região dos Lagos / RJ
Geral - para os participantes de outras localidades

Nota: serão excluídos da competição os poemas com mais de 15 versos ou que não sigam o tema indicado. Podem concorrer poetas de qualquer nacionalidade em todo o território nacional ou do exterior, brasileiros ou não, sendo dessa forma, internacional a presente edição do concurso.

 A categoria regional foi criada, dirigida exclusivamente aos poetas da Região dos Lagos: São Pedro da Aldeia, Araruama, Cabo Frio, Iguaba, Armação de Búzios, Arraial do Cabo e adjacências, cujo código de prefixo telefônico de localidade seja 22
***. 
Aditamento do edital: Devido ao reduzido número de inscrições de poetas locais, as modalidades Adulto e Infantojuvenil da Categoria Regional serão avaliadas em conjunto, gerando uma Classificação Regional única.
***
Premiação: Medalhas do primeiro ao terceiro classificados em cada Modalidade e Categoria. Publicação dos poemas na página www.crisdakinis.com Os autores dos poemas classificados do quarto ao quinto lugar poderão ter os seus poemas publicados nessa mesma página. Os autores que conquistarem do primeiro ao terceiro lugares serão publicados em livro coletânea de poemas pela Editora Jogo de Palavras, que se propôs a incentivar este projeto, com apoio do escritor João Paulo Hergesel. A cerimônia de premiação está prevista para o ano de 2019, em data a ser divulgada. 

* O Prêmio de Poesia SPA não cobra nenhuma taxa dos participantes que enviarem seu trabalho, seja para avaliação, para envio de premiação, ou outras quaisquer referente ao incentivo poético e cultural que promove. 

A inscrição no prêmio implica o consentimento de divulgação do nome dos participantes classificados e de seus trabalhos premiados pela organização do concurso na internet e em outros meios de comunicação. (até o dia 30/09 foram computadas 500 inscrições válidas).

Não serão admitidos a concurso poemas com teor ofensivo ou discriminatório. Os autores ou seus representantes legais assumem a autoria dos poemas enviados, eximindo a coordenação do concurso de qualquer responsabilidade quanto a plágios.

ATENÇÃO:
Os poemas deverão ser apresentados em fonte 14 (tamanho da letra), com espaçamento simples, DIGITADOS NO CORPO DO E-MAIL. Não serão recebidos poemas anexados, nem com links para drive / nuvem, independente do formato.

 As inscrições serão recebidas de 16/05/2018 a 03/10 através de envio da obra e do formulário de inscrição para o e-mail premiodepoesiaspa@gmail.com

O Formulário de inscrição deverá ser elaborado pelo candidato e digitado no corpo do e-mail (não anexado), contendo os seguintes dados: nome do poema, nome completo do autor, pseudônimo escolhido, Categoria e Modalidade em que concorre, data de nascimento, idade, RG ou CPF do autor ou de seu responsável legal para a modalidade infantojuvenil, e-mail, endereço completo, número de telefone, profissão (se houver) e breve currículo literário do autor (até três linhas – não obrigatório).

O recebimento da inscrição será feito exclusivamente por e-mail. O campo assunto do e-mail deverá ser II Prêmio de Poesia SPA.

A seleção dos poemas classificados está prevista para realização ao longo dos meses de outubro e novembro, e a divulgação do resultado para dezembro de 2018. 

O II Prêmio de Poesia SPA não possui fins lucrativos e se exime de qualquer indenização pecuniária aos participantes.

A participação neste concurso implica a plena aceitação das normas deste edital.

Organização e idealização: Cris Dakinis / Ana Cristina Mendes Gomes.

* Este Prêmio recebe o apoio da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Cultura; e recebe incentivo de publicação pela Editora Jogo de Palavras, com a chancela do escritor João Paulo Meira Hergesel, vencedor do Prêmio de Literatura Infantil Barco a Vapor de 2018.

****
Foram recebidas 563 inscrições no total. O resultado da classificação do II PRÊMIO DE POESIA SPA será divulgado em dezembro de 2018, e a premiação se dará ao longo do primeiro semestre de 2019.


Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

Entrevista na rádio Aldeia FM

Entrevistada pela jornalista Anne Figueiredo da rádio Aldeia FM, uma manhã cultural no programa Sala de Visita, com artistas aldeenses: escritores e músicos.




Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

Classificação para o Prêmio SESC INFANTIL MONTEIRO LOBATO, com "Um conto do Rio Amazonas"

Feliz pela quarta história infantil, que ao longo de dez anos, classifiquei no Prêmio Monteiro Lobato 2018, SESC Brasília / DF, e em companhia de grandes colegas e talentos de nossa escrita atual.

https://sescdf.com.br/sesc-divulga-resultado-dos-premios-culturais-2018/


Amores


Foto: Cris Dakinis



Herança materna, 
seus cabelos de noite luzidia
escapam pelas beiras do lenço de seda púrpura,
presente de um jovem aos dezesseis. 

Os brincos de pérolas brancas do primeiro rito 
dormem no antigo porta-joias
com foto de mãe e filha na tampa.

Suas mãos se aquecem 
para massagear o corpo com óleo de capim-limão e baunilha,
receita doce da avó... 

Ela adentra a banheira morna e imensa, 
legado do segundo marido, 
e segundo ele, uma intensa prova de amor. 
Enfim, ela despe seu roupão de banho nos braços do amado 
que celebra seus setenta e cinco anos...

Ela assopra as velas aromáticas, 
e eles contam os amores da vida nas chamas acesas...

*Cris Dakinis


(Classificação para o Concurso Literário da UNISO, Universidade de Sorocaba 2018, com o poema Amores)

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

Capítulos


(Participação na Revista Cabeça Ativa de tema: Livros )


Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Artista do amor


Foto: Cris Dakinis


Nem tudo são flores,
há céu e chão,
fome e pão,
há “sim e não” nos caminhos dela...
E tantas as dores, os males no mundo...
Mas além surge um alguém
que faz sol e que dá flor,
que é mãe, artista do amor.
Ela recolhe a chuva densa
quando inunda nosso colo
e seca o sal desse solo,
tosa, livra-nos de espinhos,
e reconstrói todo o jardim.
Uma jardineira amiga,
feminina maga das cores,
que torna tudo novas flores, 
a arte dela é assim:
é anjo, é canção, é querubim.

(III Concurso Literário “Maria Mariá” - Primeiro lugar em poesia livre; Academia de Letras de Maringá - Feira Literária de Maringá 2018)

* Cris Dakinis

Pavilhão Literário Cultural Singrando Horizontes: III Concurso Literário “Maria Mariá” (Resultado Fi...: premiados em ordem alfabética A - POEMAS LIVRES Amélia Marciolina Raposo da Luz  Pirapetinga – MG Bordadeiras Ana Cristin...

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Malvina

Foto: Museu de Nova York

Sem velas pra queimar
Cem velas ela acendera
Arderam por seu amor
Um jovem pescador
Que sequer a conheceu
Treze flores ressecadas
Sete cores desbotadas
Malvina construiu um castelo
Num nebuloso e etéreo altar
Guardou a Lua Negra na noite
Até o astro inteiro inchar
Para dourar o seu caminho
Cantou o vento do Norte
Viajando pelos “cumulus”
Do passado fez recorte
Lançou fora as correntes
E seus adornos de sementes
Voou pela tempestade
Rojões de trovoadas, raios de sina!
Malvina sem um amor de verdade...
Malvina banhada de lavanda
Da suíte com varanda
De frente pro mar
Fez sua única maldade:
Malvina adoçou o mar...!

(Poema Classificado com Menção Honrosa No I Prêmio Sérgio Farina / RS. 2011)

*Cris Dakinis

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Janelas ao vento


Fotos: *Cris Dakinis

Areia e cheiro de mar
no rastro da soleira
de tua porta.

Fadiga
das janelas ao vento,
abandonadas
a desbotar
o azul das venezianas,
tatuando a parede
antes florida, antes viva.

O sol cai por detrás
das telhas mornas,
e há ainda tanta presença de vida...
Porém ninguém me atende mais
chamar ao portão.

*Cris Dakinis

(Poema finalista do Prêmio Augusto dos Anjos, Leopoldina / MG - 2017)
Troféu caneca personalizada, presente da declamadora Neuza Manca

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

Em algum lugar do Passado - micro conto do livro Mania de Grandeza, Cris Dakinis

                                            Capa do DVD                                                                                                                                                           Capa do livro: ilustração de Thiago Ruivaco Aguiar

Em algum lugar do passado
No lago, ao som de Rachmaninoff, a bela dama contemplava o jovem escritor a remar contra o tempo para reencontrá-la eternamente.
*Cris Dakinis

(mini conto do livro Mania de grandeza, 3º lugar np Prêmio Miau em livro de prosa, Ed. Livros Costelas Felinas,2018)

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

CERIMÔNIA DO I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA - SPA, 2017 - TROFÉU AGENOR SANTOS / CIDADE 400 ANOS

Muita emoção e um sucesso absoluto. A cerimônia de premiação em São Pedro da Aldeia, dia 16 de dezembro de 2017 contemplou 21 poetas de diversas idades a nível nacional. Os que não puderam comparecer enviaram seus vídeos de saudação ao público festivo, que foram exibidos no telão do Cine Estação. Houve declamação, entrega de medalhas, certificados e troféus. O Prêmio recebeu o apoio da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Cultura, contando ainda com a colaboração da Editora Costelas Felinas, Ruivaco Produções Artísticas, Cruz Vermelha Brasileira de SPA, sendo um projeto idealizado e coordenado por Cris Dakinis.









Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Reginaldo Costa Albuquerque - 1º lugar em Poesia de Colatina/ ES - Homenagem com o soneto Cris Dakinis

Aqui Rubens Pontes: Poema de sábado / Homenagem a “Colatina, cidade leitora” pelo seu Concurso Nacional de Poesia: A cidade de Colatina, terra natal do nosso editor-chefão, tem tido quebrada a serenidade de sua trajetória ao longo do tempo também por insuspeitada ocorrência, por ineditismo na ação política, por…



Concurso Nacional de Poesia de Colatina – 2010/2011
Resultado Final
VENCEDORES
1º LUGAR
PESCADOR
Reginaldo Costa de Albuquerque
Campo Grande/MS

O soneto escolhido, “Cris Dakinis”, é uma homenagem a outra grande figura da literatura brasileira.
Soneto “Cris Dakinis”

Reginaldo Costa Albuquerque

Dizes que és inventada, mas não creio!
Em sábia brincadeira um deus risonho,
maravilhado lendo o teu anseio,
abriu tua alma inteira para o sonho.
O teu olhar no azul se espalha em cheio…
Com as letras inventaste um ser bisonho,
que ao toque do estro não mais passa alheio
e ecoa nestes versos que componho.
Com ele buscas outros ideais,
novo sentido às coisas deste mundo,
um ramo de sanhaços nos quintais…
Por arte de magia, aplauso em bis:
nasceste Ana e, no mesmo áureo segundo,
sopra velas também, Cris Dakinis.

Meu Deus! Que resultado lindo... Parabéns, talentoso amigo Reginaldo Albuquerque. Grata mais uma vez pela homenagem a mim com esse soneto belo e grata ao site por me saudar tão gentilmente como grande figura da literatura brasileira...

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

domingo, 22 de outubro de 2017

CLASSIFICAÇÃO DO I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA SPA



Agradeço a todos os participantes por esta realização linda; aos apoiadores do projeto, e à competente comissão julgadora que se empenhou ao máximo para trazer à luz o justo resultado tão aguardado.
Cabe ressaltar que os poemas, recebidos do país inteiro, obtiveram um grau elevado de pontuação, devido à qualidade apresentada. E, que o poema classificado em primeiro lugar na modalidade adulto conquistou uma pontuação altíssima, destacando-se no certame. 
Quanto à Modalidade Infantojuvenil, cabe ressaltar a qualidade pela faixa etária, o esmero e a atenção recebidos de jovens de todo o país, em especial, dos que moram na nossa Região dos Lagos, pois foram muitos daqui a concorrer, e alguns deles premiados.
Foi criada, ainda, uma Menção Especial para laurear uma poetisa aldeense que encantou os jurados pela emotividade e originalidade de seus versos compostos aos 88 anos de idade.

MODALIDADE: INFANTOJUVENIL


Primeiro lugar:
SONETO AOS TEUS ANOS - Luiz Rodrigues de Oliveira Neto, 17 anos, Itarema / CE

Segundo lugar:
ANIVERSARIAR - Áurea Vitória Santana Vieira, 16 anos, Sta. Bárbara do Tugúrio / MG

Terceiro lugar:
MINHA POESIA FAZ ANIVERSÁRIO - Millena da Costa Inácio, 17 anos, Cabo Frio / RJ

Menções Honrosas (4º ao 10º lugares):

ANIVERSARIANDO - Tainara Silva Almeida, 15 anos, Diamantina / MG
CONTAGEM REGRESSIVA - Juliana Campos Degenario Ribeiro, 17 anos, Casimiro de Abreu / RJ
PARA COMEMORAR - Pamella Miranda da Silva, 13 anos, Jardim Régis / SP
CENTENÁRIO - Ádria Leão de Moura, 16 anos, Belém / PA
O ANIVERSÁRIO DE CADA DIA - Juliana Campos Degenario Ribeiro, 17 anos, Casimiro de Abreu / RJ
APENAS UMA FESTA - Ana Catarine Mendes da Silva, 15 anos, Indaiatuba / SP
FELICITAÇÃO - Weslley do Nascimento Ferreira Braga, 16 anos, Caucaia / CE

CLASSIFICAÇÃO DO I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA – SPA / 2017

MODALIDADE: ADULTO


Primeiro lugar:
SEM MOTIVOS – Jomar Coimbra Cardoso, 61 anos, Professor, Jd. Arco-íris, São Pedro da Aldeia / RJ

Segundo lugar:
SÃO PEDRO DA ALDEIA - Agenor de Mello Coelho, 73 anos, Professor aposentado, São Lourenço do Sul / RS

Terceiro lugar:
DA AVÓ DE SARAMAGO - Sérgio Bernardo, Jornalista, Nova Friburgo / RJ


Menção Especial:
ANIVERSÁRIO - Maria Carlota da Silva Guimarães, 88 anos, Esteticista, São Pedro da Aldeia / RJ


Menções Honrosas (4º ao 10º lugares):
ALVORECER ALDEENSE - Nei Antônio Matos dos Santos, Itabuna / BA

SONETO DO ANIVERSÁRIO - Luiz Carlos da Cruz, Contagem / MG

SEIS DE SETEMBRO - Rômulo César Lapenda R. de Melo, Recife / PE

HOMEM DE GRANDE CALIBRE – Geraldo Trombin, Americana / SP

RODA DE VIDAS – Rachel Soares, Vargem Grande Paulista / SP

NO ESPELHO - Alef Freitas de Souza Santos, Juiz de Fora / MG

ANIVERSÁRIO - Maria Cecília Pereira Ugalde, Rio Branco / AC

 Nota: A premiação terá lugar em São Pedro da Aldeia, no mês de dezembro de 2017, com data e horário a serem definidos. Todos os premiados receberão e-mail com as informações acerca da premiação. Os poemas classificados serão publicados na coletânea / antologia do Prêmio e os primeiros colocados serão também publicados aqui neste blog, podendo também ter seus poemas postados em meu perfil no Facebook.

*****************************************************************************************
MODALIDADE ADULTO

Primeiro lugar: Jomar Coimbra Cardoso, Professor – Jd Arco-íris, 61 anos, São Pedro da Aldeia / RJ


SEM MOTIVOS

No meu aniversário, vou rechaçar
Qualquer tipo de comemoração.
Não há mais motivos para festejar,
Pois sou um poema em decomposição

No rosto os riscos do tempo facundo.
Meus entes queridos, não os tenho mais
Muitos se deitaram em sono profundo;
Outros foram atrás de sonho fugaz.

Nesta data solene não sinto ventura
Só há solidão, na noite funesta.
Jazo aqui em perene amargura;

Tentando esquecer minha vida vazia.
Não tenho alegria, nem noite de festa
Só sombras da morte em minha poesia.



Jomar Coimbra Cardoso, nascido em 14 março de 1956 é formado em Letras (português-inglês- literaturas) e Pedagogia (UNIRIO). Professor de Língua Portuguesa no município de Silva Jardim e Orientador Educacional no município de Armação de Búzios. Em concurso literário, foi 1º em poesia no concurso da UNIRIO, classificado como finalista em concurso de poesia no SESC- RJ, 4.o colocado em concurso de contos de servidores do estado do Rio de Janeiro.


MODALIDADE INFANTOJUVENIL

Primeiro lugar: Luiz Rodrigues de Oliveira Neto, 17 anos, Itarema / CE



SONETO AOS TEUS ANOS

Vendo o sorriso dest’alma donzela
Mais uma volta em si completar,
Maturidade, tributo a ela
Não poderia deixar de pagar.

Mudaste a ti e ao próprio rio
Que a tuas pétalas fizera crescer;
Quatro estações, e meu olho viu
O lindo sonho que é teu florescer.

E mesmo estando em euforia
Com o teu brilho de alegria,
Insisto em me sentir banal

Por não poder ofertar ouro,
Mas não importam os junhos vindouros
Nestes meus versos te fiz imortal.



Finalista da 5° edição da Olimpíada de Língua Portuguesa – Escrevendo o Futuro, na modalidade artigo de opinião. Atualmente, junto a uns amigos, está com um livro de contos a ser publicado.

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.
 

sábado, 21 de outubro de 2017

COMISSÃO JULGADORA DO I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA SPA

Eis os ilustres e caros integrantes: Elias Araujo, Nédia Sales, Rodrigo Poeta, Sethma Lua, Beth Longobardi e Vieira Vivo. oram 391 inscritos no certame. Estão todos, jurados e poetas participantes, de parabéns!







Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

O Livro MANIA DE GRANDEZA - Cris Dakinis, conquista o terceiro lugar no I PRÊMIO MIAU, Editora Costelas Felinas, 2017

Feliz! Na categoria PROSA, o meu livro de micro contos MANIA DE GRANDEZA obteve o terceiro lugar. O livro, ainda inédito, será publicado pela Editora Costelas Felinas.

Capa: Thiago Ruivaco Aguiar


Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.