sábado, 5 de outubro de 2019

Cristais


Cristais

Somos cristais
e é preciso carregar,
no espelho de cada olhar,
o calor dos grãos de areia
quando deitados ao sol.

Somos cristais
e é preciso refletir 
na harmonia do espírito
secando pranto e mágoa,
ser moinho secando o sal.

Somos cristais
brutos, antigos, polidos,
frios, raros, coloridos,
e no leito deste mundo,
garimpando bem ao fundo,
somos todos muito iguais.



Poema Classificado com Menção Honrosa Pela AMALETRAS, Academia Feminina Mineira de Letras, no Concurso Literário Adélia Prado 2019.

Plágio é crime. Respeite os direitos autorais, mencionando os créditos de autoria.

Nenhum comentário: