Translate - Escolha o idioma em que deseja ler este blog.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Seja bem-vindo, você está em CRISDAKINIS.COM

Twitter: http://twitter.com/crisdakinis
Facebook: Cris Dakinis

e-mail: crisdakinis@gmail.com

Muito obrigada a você, leitor amigo que segue a minha página! 

:)

PROJETO ARTE NA PRAÇA A SER REALIZADO NA PRAÇA MATRIZ DE SÃO PEDRO DA ALDEIA - CIDADE 400 ANOS



Projeto ARTE NA PRAÇA em 26 de setembro, sábado, pela manhã na Praça Matriz Agenor Santos em São Pedro da Aldeia.
O projeto é promovido pela prefeitura de São Pedro da Aldeia e Secretaria de Cultura, contando com a presença de artistas locais e público participante, com promoção de brindes e prêmios inclusive em dinheiro aos vencedores.
A escritora Cris Dakinis apoia o projeto ARTE NA PRAÇA que contará com a sua participação, promovendo o I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA SPA, concurso literário para a comemoração do aniversário de 400 anos da cidade

http://noticiasdesaopedrodaaldeia.com.br/evento-projeto-arte-na-praca-vai-movimentar-praca-de-matriz-em-sao-pedro-da-aldeia/

quarta-feira, 5 de julho de 2017

I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA SPA - prorrogadas as inscrições: até 01 de setembro de 2017


I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA SPA  - CIDADE 400 ANOS – TROFÉU AGENOR SANTOS

Em homenagem ao aniversário dos 400 anos da cidade de São Pedro da Aldeia (SPA), Região dos Lagos/RJ, comemorado em 16 de maio de 2017, iniciam-se as inscrições para o I PRÊMIO NACIONAL DE POESIA SPA.

TROFÉU AGENOR SANTOS, em homenagem ao saudoso poeta aldeense Agenor Evaristo dos Santos, nascido a 26 de outubro de 1882, em São Pedro da Aldeia. Agenor Santos começou a compor em 1904, nas páginas da revista “O Malho” sob o pseudônimo de Henrique D'Alva. Faleceu em novembro de 1967. Agenor Santos foi poeta reconhecido por sua terra, sonetista e trovador, mas não teve oportunidade de publicar sua obra em vida. O livro Trovas e Travos reúne belos sonetos de sua autoria e foi publicado em 2006 em uma edição comemorativa do Jornal de Sábado, pelo editor José Correia Baptista, com a realização de “Família d'Esquecidos Poetas de S. P. Aldeia”, na pessoa do Sr. Isaias de Carvalho Costa.

Regulamento do Concurso:

Categoria: Poesia - versos livres, haicais, trovas, sonetos ou outras formas, desde que a extensão seja de até 15 versos (linhas). Cada participante poderá concorrer com até dois poemas.

Tema: Aniversário

Nota: serão excluídos da competição os poemas com mais de 15 versos ou que não sigam o tema indicado. Não há necessidade de ineditismo. Podem concorrer poetas de todo o território nacional, que nele residam ou possuam residência. Os poemas devem estar escritos em língua portuguesa.

Modalidades:
Adulto - a partir de 18 anos
Infanto-juvenil - de 10 a 18 anos

Premiação: TROFÉU AGENOR SANTOS, medalhas e livros com a publicação dos poemas premiados na antologia impressa do I Prêmio Nacional de Poesia SPA.

Ao primeiro lugar de cada modalidade:
TROFÉU AGENOR SANTOS, certificado e cinco exemplares da antologia do I Prêmio Nacional de Poesia SPA.

Aos segundos e terceiros classificados de cada modalidade:
Medalha, certificado e três exemplares da antologia do I Prêmio Nacional de Poesia SPA.

Os autores dos poemas classificados do quarto ao décimo lugar terão seus poemas publicados e receberão um exemplar da antologia do I Prêmio Nacional de Poesia SPA.

A inscrição no prêmio implica o consentimento de divulgação do nome dos participantes classificados e de seus trabalhos premiados pela organização do concurso na internet e em outros meios de comunicação.

Não serão admitidos a concurso poemas com teor ofensivo ou discriminatório. Os autores ou seus representantes legais assumem a autoria dos poemas enviados, eximindo a coordenação do concurso de qualquer responsabilidade quanto a plágios.

Os poemas deverão ser digitados em fonte Arial 12, espaçamento simples, e os arquivos NÃO serão recebidos em formato .pdf ou digitalizados, somente em arquivo word .doc.

 As inscrições serão recebidas de 16/05/2017 a 18/08/2017 (inscrições prorrogadas até 01 de setembro de 2017) através de envio da obra e do formulário de inscrição preenchido para o e-mail premiodepoesiaspa@gmail.com

O recebimento da inscrição será feito exclusivamente por e-mail, devendo seguir dois arquivos anexados em formato de documento WORD .doc, sendo um dos arquivos com o poema assinado por pseudônimo, e o outro com a ficha de inscrição. O campo assunto do e-mail deverá ser I Prêmio Nacional de Poesia SPA.

 A FICHA DE INSCRIÇÃO deverá conter os seguintes dados: nome do poema, nome completo do autor, pseudônimo escolhido, data de nascimento, idade, RG ou CPF do autor ou de seu responsável legal para a modalidade infanto-juvenil, e-mail, endereço completo, número de telefone, profissão (se houver) e breve currículo literário do autor (até três linhas – não obrigatório).

ATENÇÃO: O arquivo com o poema concorrente deverá conter apenas o pseudônimo, não revelando o nome do autor. A revelação de autoria seguirá exclusivamente na ficha de inscrição.

A seleção dos poemas classificados será realizada ao longo do mês de setembro por comissão julgadora composta por seis autoridades da área literária, convidadas pela organização do concurso. A organização do concurso não fará parte da comissão julgadora, de forma a garantir o sigilo do recebimento de dados.

A comissão julgadora terá plena autonomia de julgamento, não cabendo recursos sobre as decisões, e os nomes de seus integrantes serão divulgados oportunamente.

A divulgação do resultado do I Prêmio Nacional de Poesia SPA ocorrerá em outubro de 2017 e a premiação está prevista para o mês de dezembro de 2017.

O I Prêmio Nacional de Poesia SPA não possui fins lucrativos e se exime de qualquer indenização pecuniária aos participantes.

A participação neste concurso implica a plena aceitação das normas deste edital.

Organização e idealização: Cris Dakinis / Ana Cristina Mendes Gomes.

Cruz Vermelha Brasileira de São Pedro da Aldeia; e Ruivaco Produções Artísticas.





Soneto ao amigo Emanuel Medeiros Vieira


Ao amigo Emanuel Medeiros
                                               
De tudo sabe o amigo escrever
Fatos passados ou da atualidade
Sua fluência é uma propriedade
de cada artigo que me ponho a ler

É que o apreço por tanto saber,
tornou-o amigo da variedade,
deu-lhe riqueza de uma qualidade
que o bom leitor fará por merecer

A lavra é fruto de rico cinzel,
que só os doutos em literatura
hão de fazer-lhe justiça fiel...

Ah! Eu cá sou humilde criatura,
mas sei valorizar tanta cultura
desse meu caro amigo Emanuel.

*Cris Dakinis

segunda-feira, 12 de junho de 2017

PRÊMIO MIAU DE LITERATURA 2017


SUA OBRA VIRA LIVRO BRINDE PARA VOCÊ


Para marcar os 20 mil exemplares feitos à mão, editados até agora, a Costelas Felinas cria o PRÊMIO MIAU DE LITERATURA
- Ano 1 / 2017-

Objetivo: contemplar poetas,  prosadores, artistas plásticos, desenhistas e fotógrafos.

A Costelas Felinas se propõe a editar 01 exemplar gratuito para todopoeta/escritor que enviar sua obra para o concurso.

Confira regulamento
 e também o prêmio máximo para os vencedores

********
**SEM TAXA DE INSCRIÇÃO**


Inscrições até 15/08, eis o link para o edital:

http://artesanallivros.blogspot.com.br/2017/06/premio-miau-de-literatura-ano-1-para.html

A RUA DOS DIAS, NOVO LIVRO DO POETA PAULO FRANCO

E os Correios trouxeram um AMOR de livro. Versos sempre bem construídos, poemas primorosos, dos quais sou fã, e ademais, sou uma tiete convicta da obra de meu querido Migo Paulo Franco. O Livro A RUA DOS DIAS, seu novo livro, traz na quarta capa um comentário meu acerca de sua poética. Que honra fazer parte, Paulo; que bom poder acompanhá-lo em sua mais nova aventura lírica!

O TEMPO E A PEDRA
No canto da pedra,
o canto do mar a bater seu encanto
de sons e espumas
que espalham perfumes
que em ondas e brisas
na praia inebriam um parco sonhar.
A pedra, que adora ficar no caminho
das águas, do mundo e do mar,
é bem maior que o poeta
que só eterniza o poema
que faz de uma pedra uma onda
e da onda o sonhar,
que vai pela areia da praia
de cada infinito segundo
indiferente, às vezes, às dores do mundo
ou da eternidade das ondas
de cada pedaço de mar.
*Paulo Franco
Do livro “A rua dos dias”, 2017.


terça-feira, 30 de maio de 2017

CONCURSO DE POESIA DA BAUERNFEST 2017


CONCURSO DE POESIA DA BAUERNFEST - 2017
(Homenagem à Colonização Alemã em Petrópolis)



REALIZAÇÃO: INSTITUTO MUNICIPAL DE CULTURA E ESPORTES DE PETRÓPOLIS



APOIO:
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
ACADEMIA BRASILEIRA DE POESIA - CASA DE RAUL DE LEONI
CLUBE DE POESIAS DO PETROPOLITANO F.C.



COORDENAÇÃO:
CATARINA MAUL


REGULAMENTO:

Em homenagem à colonização alemã em Petrópolis e ao Dia do Colono Alemão, comemorado em 29 de junho, e dentro do evento anual petropolitano Bauernfest, será realizado pelo 25º ano o Concurso de Poesia da Bauernfest, importante evento literário já reconhecido em outros estados e até países, que vem incentivando a prática da poesia escrita como forma de contextualizar sentimentos e visões acerca da data e o do tema abordado. A vinda dos corajosos alemães, o empreendedorismo do Major Julio Frederico Koeler, a paixão de D. Pedro por nossa cidade, somam e resultam no sucesso dessa linda cidade planejada que merece, por sua rica e renomada história, todas as homenagens.

1.     Tema 2017:
Origens
(o tema focado na vinda dos colonos alemães é obrigatório para todas as categorias, exceto para os adultos de outras cidades, que podem utilizar de outras reflexões acerca do mesmo tema)

2.     Categorias:
Infantil (até 12 anos),
Juvenil (de 13 aos 18 anos)
Adulto
Adultos-Outras Cidades

3.     Inscrições realizadas através da entrega ou envio do trabalho: aos cuidados de Catarina Maul, na Casa da Educação Visconde de Mauá, pela caixa postal 91714 – Agência Cidade Imperial – CEP 25620972 ou, ainda, pelo e-mail concursosliterariospetropolis@gmail.com, desde que sejam poetas de outras cidades ou com autorização prévia da coordenação do concurso. Nos e-mails, utilizem o assunto: CONCURSO DE POESIA DA BAUERNFEST.

4.     Prazo de inscrição: até o dia 22 de junho de 2017. 

5.     Apresentação dos trabalhos: As poesias com entrega física deverão ser apresentadas em 5 (cinco) vias, com o máximo de 30 versos e identificação, contendo, impreterivelmente, nome completo, endereço com CEP, telefone, e-mail, categoria e, tratando-se das escolares, ainda nome da escola, telefone do aluno e dados do professor responsável. As informações deverão estar no mesmo corpo de documento, abaixo da poesia e do nome do candidato. Documento sem negritos, caixa alta, em fonte Arial 12. Os documentos enviados por e-mail deverão estar em Word.

6.     Seleção: Serão selecionados 10 (dez) trabalhos das categorias infantil, juvenil e adulto, para serem apresentados ao júri na noite da premiação.  Os 3 vencedores da categoria “adultos de outras cidades” serão apresentados durante o evento de entrega da premiação.

7.     Premiação: Serão premiados com troféus os 3 (três) primeiros colocados e os melhores intérpretes de cada categoria, salvo os poetas adultos de outras cidades, que não disputam o troféu de Melhor Intérprete. A premiação acontecerá dentro da programação da Bauernfest, em data e horário a ser informado, posteriormente.

8.     Maiores detalhes poderão ser esclarecidos através do e-mail concursosliterariospetropolis@gmail.com
.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Voltando ao blog e já é quase metade de 2017 :E... Premiação pela UBE na ABL em companhia de amigos de escrita

Após quase dois anos de abandono do blog, só assim posso definir... Retomo com tentativas de lembrar as últimas premiações e publicações, dentre elas, dois maravilhosos troféus Mário Quintana Poesia e Conto dos finais de anos: 2015 e 2016.


Nesse meio tempo, os haicais brilharam em Barueri, com o  1º lugar para "Neblina"; outro haicai viajando no ônibus em Balneário de Camboriú, um classificado no Prêmio de Haicais de Petrópolis, coordenado pela amiga Catarina Maul, e outro a viajar no ônibus de Gravataí.

Duas publicações nas antologias do  Prêmio Mário Quintana 2016 e 2017. 

E teve mais coisas legais... O Primeiro lugar para o meu livro Infantil Criança quando Cresce Vira Gente Grande pela UBE, concedido na Academia Brasileira de Letras em final de 2016, onde encontrei e conheci pessoalmente muitos caros amigos de "lavra da palavra".






Ainda mais publicações em antologias e coletâneas 2016 e 2017, sempre acompanhada de colegas de escrita. E também, mais um conto infantil COISAS QUE SOMEM, publicado pelo SESC/DF. Precisava vir aqui e comemorar, né? :)