Translate - Escolha o idioma em que deseja ler este blog.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

IDEIAS AO VENTO - Por Cris Dakinis





Minha mente ultrapassa o perto ...
Ao largo do onde, do modo, do tempo
Decide rápido e certo; outrora, incerto
Daí, revoadas em meu pensamento

Idéias são frutos a todo momento ...
Umas de instante; muitas distantes
Pois elas escapam e dançam ao vento
Perigo entendê-las: rebeldes, errantes

Razão que reclama chama-me a tempo
de meditar, refletir, sem vagar: com sossego
Mas minhas idéias que dançam ao vento,
disparam, desprendem, desprezam o apego

Detê-las ou prendê-las: inútil intento ...
Pois eu mal as tenho, e escapam de mim
Viajem, idéias ! Que dancem ao vento !
Levando-me em asas de sonhos sem-fim


*Cris Dakinis